Diário de bordo

As maiores árvores do mundo no Sequoia National Park

Finalmente chegamos no Sequoia National Park. A viagem foi longa e chega de imprevistos, e chegando ao parque, tivemos mais um: a imensa fila de carros para entrar. Aproveitamos esse momento para fazer um lanchinho, porque não somos de ferro.

Ficamos 1 hora na fila, cerca de 2 milhas parados no trânsito. Mas é compreensível, já que decidimos ir ao parque no sábado, meio dia e em pleno verão. Maior pico de movimento não há. 

Fila de 1 hora na entrada do Parque

DICA: Chegando na entrada, existiam duas filas, uma maior e outra menor. A menor era para quem comprou o pass antecipado pela internet. E nós compramos o nosso quando estávamos em Las Vegas. Pagamos 80$.

Sequoia National Park, Califórnia

O Parque Nacional da Sequoia é um parque nacional localizado no sul de Sierra Nevada, na Califórnia e fundado em 1890, o mais antigo dos EUA. No passado, a área que abriga o parque foi o lar das tribos Monachee. Quando os colonizadores europeus começaram a chegar ali, a varíola já havia tomado a região e dizimado populações nativas americanas. O primeiro colono europeu a se instalar na área foi Hale Tharp, que construiu uma casa com um tronco de sequoia gigante caído na Giant Forest ao lado de Log Meadow.

Chegada no Sequoia National Park

Hoje em dia, o lugar não abriga apenas as maiores árvores do mundo. O Sequoia National Park também tem uma preocupação imensa na preservação de cada uma delas. Atualmente, o parque recebe mais de 1 milhão de visitantes por ano e tem um dos maiores públicos do ranking de parque de visitação do mundo.

Com árvores gigantes, montanhas com o pico coberto de neve e estradas tortuosas que revelam paisagens magníficas, foi nesse lugar que entendemos como é incrível fazer uma road trip focada em conhecer parques.

POR QUE VISITAR?

A maior atração do parque são as árvores gigantes, como mais de 80m de altura, que já foram cenário de muitos filmes hollywoodianos. Passear por entre elas e tirar fotos nos cenários incríveis é obrigatório para quem visita o lugar.

O parque também tem um museu, o Giant Forest Museum, parada extremamente necessária para quem se interessa por história e cultura mundial.

Moro Rock Trail

Moro Rock é uma pedra de granito em formato de dome a 4 mil metros que fica no Sequoia National Park. É um despenhadeiro de 2.050 metros com uma cúpula de granito liso que se projeta de uma cadeia florestal e é acessada por uma série de rampas e escadas. São 500 degraus até o topo. O caminho é cansativo, mas a vista da garganta do Rio Kaweah bem lá embaixo é incrível!

Vista da subida de Moro Rock Trail

Sherman Tree Trail

Um dos pontos do parque que queríamos muito visitar era a General Sherman, uma sequoia-gigante conhecida por ser a mais volumosa árvore do mundo. Estima-se que o seu volume seja algo em torno de 1487 m³. Apesar de extremamente volumosa e de ter cerca de 3 mil anos de existência (não é certeza, mas é o que os especialistas acham), não é a mais alta do mundo. Essa árvore tem em torno de 84 metro de altura e 5 metros de diâmetro, menor até que outras do parque.

Outra coisa que aprendemos por aqui, é que as sequoias precisam de fogo para se reproduzir. Isso mesmo, precisa ter um incêndio (controlado, é claro), para que outras sequoias nasçam. Os cuidadores do parque descobriram isso uma vez que conseguiram controlar e zerar os focos de incêndio no parque. No ano que fizeram isso, nenhuma árvore nasceu. Foi assim que perceberam que o fogo poderia também ser um amigo da floresta.

Ficamos somente um dia no parque, mas como mostramos no vídeo através do mapa, o Sequoia National Park é imenso. Sugerimos de 2 a 3 dias inteiros para que seja possível visitar todos os pontos do lugar.

Deixe um comentário