Diário de bordo

O que fazer no caminho de Wyoming para South Dakota

Depois da nossa passagem relâmpago pelo estado de Montana, decidimos seguir viagem para South Dakota. No caminho, paramos em um monumento que já estava nos nossos planos, o Devils Tower.

Devils Tower, Wyoming

O Devils Tower, ou Torre do Diabo, é uma formação geológica surpreendente que se projeta para cima do cenárop em torno de Black Hills. É considerado sagrado pelos índios das Planícies do Norte e pelos povos indígenas. Centenas de rachaduras paralelas a tornam uma das melhores áreas para escalar na América do Norte. Devils Tower nos incentiva a aprender mais, explorar mais e definir nosso lugar no mundo natural e cultural. Foi o primeiro Monumento Nacional dos EUA, datado de 1906.

É como se fosse um pilar de rocha imenso (tem 275 metros de altura!) e super legal de ver de baixo. Quem curte escalada, ama a Torre do Diabo. E não é pra menos, não é? Além disso, quem gosta de ficção cientifica vai reconhecer o monumento que foi cenário do filme Contatos Imediatos do Terceiro Grau, de 1977.

Perspectivas da Torre

Olhando para a Torre, você vê apenas um lado de cada vez. Dirigir da entrada do parque até o centro de visitantes em Devils Tower National Park oferece vistas dos diferentes lados. A trilha da Torre e outras caminhadas oferecem vistas diferentes da Torre. Mesmo se aproximando da Torre pela rodovia, são oferecidos vários pontos de vista.

Além disso, povos antigos viveram ao redor da Torre por milhares de anos; seus descendentes ainda mantêm uma conexão com este lugar em nível físico e espiritual. As histórias transmitidas por várias tribos indígenas americanas, bem como suas cerimônias atuais, nos oferecem perspectivas importantes de Devils Tower.

O National Park Service foi criado 10 anos após a sua designação como o primeiro monumento nacional. A dupla missão de proteger este lugar e fornecer oportunidades de recreação para o público é um desafio constante à medida que as perspectivas das pessoas sobre Devils Tower continuam a evoluir.

Hoje, o serviço do parque, índios americanos, alpinistas, residentes locais e turistas de todo o mundo contribuem visitam o lugar para apreciar a paisagem super diferente.

Valores: 20$ por carro, 15$ por moto e 10$ por pedestre.

Trilhas

O centro de visitantes do parque oferece acesso direto à base da Torre por uma trilha bem fácil de encontrar. São 3 circuitos que existem por ali e o mais famoso dele é Tower Trail.

Tower Trail: possui 2km de percurso e passa ao redor da Torre. Foi feita durante a Grande Depressão de 1930, quando muitas pessoas precisaram acampar por ali. A trilha é pavimentada e possui mirantes lindos.
Red Beds: tem esse nome devido à Formação Spearfish, composta das rochas mais antigas visíveis no parque. Os penhascos vermelhos e marrons ao longo das faces leste e sudeste da Torre são apenas parte de uma camada sedimentar visível ao redor de toda a região de Black Hills.
Joyner Ridge: uma encosta pontilhada de pinheiros exibindo três cores de rocha. Na trilha do conector entre Joyner Ridge e Red Beds, pode-se ver o xisto cinza e arenito amarelo distinto em camadas acima da Formação Spearfish vermelha mais velha.

Rochas sedimentares

Muito antes da rocha derretida ser empurrada para formar Devils Tower, outras rochas estavam se formando de diferentes origens. Areia e lodo deixados por rios antigos e mares rasos foram enterrados e compactados. Grandes e pequenas criaturas – de dinossauros a mariscos – deixaram suas marcas. Hoje, os penhascos impressionantes de siltito vermelho e amarelo e arenito, intercalados com xisto cinza ou calcário e gesso branco, criaram uma paisagem multicolorida dominada por campos ondulados e florestas verde-escuras.

– Gypsum Springs: as rochas cinzentas acima da Formação Gypsum Springs são a parte mais antiga da Formação Sundance. O Stockade Beaver Member, composto principalmente de xisto formado de argila marinha, é intercalado com calcário fossilífero e lamito. Restos de vida marinha super antigos, como ostras, amêijoas, moluscos, crinóides e muito mais, podem ser encontrados nos fósseis presentes nessas rochas. 

Boulder Field

Na base da Torre, pode-se ver a evidência das mudanças que ela sofreu ao longo de sua história. Rochas enormes, algumas grandes como um ônibus, formam um campo de 13 acres. Predominantemente em torno das faces oeste e sul da Torre, este campo de rochas gigantes foi criado à medida que pedaços da Torre se desgastaram e erodiram.

As faces oeste e sul da Torre são as mais expostas à luz solar e aos sistemas de tempestade. Essas forças também contribuem para o processo de intemperismo e erosão. O calor do sol resulta em expansão térmica, fazendo com que as rochas se desloquem ou quebrem com o tempo. Chuva, granizo e relâmpagos têm impactos graduais na Torre. Depois que as rochas se soltam, ou sofrem desgaste, a erosão faz o trabalho de mover as pedras gigantes. A gravidade é a principal força em ação, puxando para baixo a rocha solta. Eles podem quebrar novamente em ao impactar ou rolar, e hoje pedaços da Torre podem ser encontrados a mais de um quarto de milha da formação.

Com que frequência as pedras caem?

A resposta a essa pergunta é “não se sabe”. Peças pequenas, do tamanho de bolas de beisebol ou basquete, caem regularmente. Pedaços do tamanho de um microondas raramente caem. No entanto, nunca na história registrada alguém viu uma queda maciça de coluna. Muitas peças estão cobertas de solo e plantas, o que indica que já estão naquele local há muito tempo. Os líquenes, organismos de crescimento lento que vivem na superfície da rocha, cobrem muitas das rochas, novamente uma indicação do tempo que se passou desde que essas rochas caíram.

Wall Drug Store, South Dakota

Continuando no nosso caminho, finalmente chegamos em South Dakota. E quem chega em South Dakota PRECISA fazer uma visita ao Wall Drug, um fármacia-loja-cafeteria da década de 30 e marco na história do estado. 

Wall Drug Store, muitas vezes chamada simplesmente de Wall Drug, é uma atração à beira da estrada e ponto turístico localizado na cidade de Wall, adjacente ao Parque Nacional de Badlands. Wall Drug consiste em uma coleção de lojas com o tema velho-oeste, incluindo uma farmácia, loja de presentes, vários restaurantes e várias outras lojas, bem como uma galeria de arte e uma escultura de brontossauro de 24 metros. Ao contrário de um shopping center tradicional, todas as lojas da Wall Drug operam sob uma única entidade, em vez de serem administradas individualmente. O New York Times descreveu o Wall Drug como “uma grande atração turística de renome internacional [que] atrai cerca de dois milhões de visitantes anuais a uma cidade remota”. É a atração dos EUA mais conhecida por pessoas que nunca estiveram na América. Os usuários do metrô em Paris viram as placas do Wall Drug. O mesmo aconteceu com os passageiros de trem no Quênia, os passageiros de ônibus em Londres e os visitantes do Taj Mahal.

É um lugar de 76.000 pés quadrados de atividades gratuitas, incluindo o Western Art Gallery Restaurant, café de 5 centavos, o Big Back Yard, uma experiência de mineração única, uma capela do viajante e água gelada grátis, é claro. É divertido para toda a família.

A História

A drogaria da pequena cidade de Wall deu seu primeiro passo para a fama quando foi comprada por Ted Hustead em 1931. Hustead era um farmacêutico de Nebraska que procurava uma pequena cidade com uma igreja católica para estabelecer seu negócio. Ele comprou o Wall Drug, localizado em uma cidade de 231 habitantes no que ele se referiu como “o meio do nada”, e se esforçou para ganhar a vida. Os negócios estavam muito lentos até que sua esposa, Dorothy, pensou em anunciar água gelada de graça para viajantes ressecados que se dirigiam ao recém-inaugurado monumento do Monte Rushmore 60 milhas (97 km) a oeste. Daquele momento em diante, a empresa começou a crescer.

O filho de Ted, Bill Hustead, também farmacêutico, voltou para Wall e se juntou aos negócios da família em 1951. Sob sua direção, Wall Drug tornou-se um shopping e loja de departamentos com temática de velho oeste e tudo relacionado a isso. Criou o Art Gallery Cafe, com design inspirado no Club “21” de Nova York, um de seus restaurantes favoritos. Wall Drug inclui um museu de arte ocidental, uma capela baseada na encontrada na Abadia de New Melleray perto de Dubuque, Iowa, outra criação de Bill Hustead e um brontossauro de 24 metros que pode ser visto logo na saída da Interestadual 90. Foi projetado por Emmet Sullivan, que também criou os dinossauros no Dinosaur Park em Rapid City e no Dinosaur World em Arkansas.

Bill Hustead teve sete filhos e seu filho mais velho, Rick Hustead, é o atual proprietário da Wall Drug Store.

Aberto diariamente, das 7h às 21h.

Outras atrações em South Dakota

Nossa chegada em South Dakota ofereceu também algumas outras paradas super legais.
– Bear Country USA
O parque onde a maior atração são os ursos. Do conforto do seu próprio veículo, dá pra observar ursos negros, alces, leões da montanha, búfalos, renas e outros animais selvagens em seu ambiente natural.

Depois de dirigir, dá para passear pela vida selvagem da área, de onde é possível ver os filhotes do parque, animais menores e os ursinhos mais fofos do mundo.



– Dinosaur Museum
Viaje de volta, 90 milhões de anos atrás, no Museu dos Dinossauros. É o que eles prometem. Telas em tamanho real, novas exposições de fósseis de triceratops, possibilidade de tocar em um osso da perna de bico de pato real. Nesse museu também dá pra jogar uma partida de minigolfe e se perder no labirinto de espelhos. O lugar tem um espaço para piquenique e um cinema para relaxar. Todas as exposições são internas.



– Reptile Gardens
Reptile Gardens é um parque de animais localizado ao sul de Rapid City, na estrada para o Mount Rushmore National Memorial. Reptile Gardens foi citado no Livro Guinness de 2014 por ser o maior zoológico de répteis do mundo. Foi recertificado na edição de 2018. Além disso, a quantidade de prêmios que essa tração tem é muito grande!

Esta atração foi fundada pelo entusiasta de répteis Earl Brockelsby, de 21 anos, e inaugurada oficialmente em 3 de junho de 1937. Intrigado com o medo e o interesse que as pessoas expressavam ao se deparar com uma cobra, Earl montou uma pequena exibição com cobras, cobrando as pessoas para vê-las. Após algum sucesso inicial, Reptile Gardens passou por momentos difíceis na década de 1940, enquanto Earl servia no Exército na Europa. Recuperando o ímpeto após a Segunda Guerra Mundial, a década de 1950 viu um aumento na visitação a Black Hills. Devido ao alargamento e realocação da Rodovia 16, um novo local e uma grande expansão, incluindo o Sky Dome, foram concluídos em 1965.

Embora Earl tenha morrido em 1993, Reptile Gardens continua sendo uma empresa familiar que abriga mais espécies de répteis do que qualquer outro zoológico ou parque do mundo.

MUITO MAIS DICAS NO YOUTUBE

GOSTOU DESSA DICA? ENTÃO VISITE NOSSO CANAL DO YOUTUBE. TEMOS MUITOS VÍDEOS INCRÍVEIS DA NOSSA ROAD TRIP PELOS ESTADOS UNIDOS. SE QUISER, CLIQUE AQUI PARA SE INSCREVER NO CANAL OU CLIQUE AQUI PARA A PLAYLIST DOS VIDEOS. E aqui está o vídeo da nossa passagem por Devils Tower e Wall Drug:

Deixe um comentário

Veja também