Diário de bordo

Yellowstone National Park: o parque nacional mais antigo do mundo!

Ainda no Wyoming, saímos de Grand Teton National Park rumo ao Yellowstone National Park, um dos nossos maiores objetivos dessa road trip.

Yellowstone National Park, Wyoming

O Yellowstone National Park é uma área selvagem e de recreação com quase 3.500 milhas quadradas no topo de um hotspot vulcânico. Fica localizado nos estados de Wyoming, Montana e Idaho, nos EUA. É o parque nacional mais antigo do mundo e um marco na história das áreas protegidas. Foi inaugurado em 1 de março de 1872 e está em uma área de 8.980 km², sendo a maior parte em Wyoming. O parque é famoso por, entre muitas atrações, seus gêiseres – nascentes termais que entram em erupção periodicamente, lançando uma coluna de água quente e vapor de água, suas fontes termais e pela ampla vida selvagem, com ursos mansos, lobos, bisontes, alces e outros animais. É o centro do grande ecossistema de Yellowstone, um dos maiores ecossistemas de clima temperado ainda restantes no planeta. Em Yellowstone também fica o gêiser mais famoso do mundo: o Old Faithful.

Muito antes de haver presença humana em Yellowstone, uma grande erupção vulcânica ejetou um volume imenso de cinza vulcânica que cobriu todo o oeste dos Estados Unidos, a maioria do centro-oeste, o norte do México e algumas áreas da costa leste do Oceano Pacífico. Esta erupção foi muito maior que a famosa erupção do Monte Santa Helena, em 1980. Yellowstone registou três grandes eventos eruptivos nos últimos 2,2 milhões de anos. O último aconteceu há 640.000 anos. Estas erupções são as de maiores proporções ocorridas na Terra durante esse período de tempo, provocando alterações no clima.

A caldeira vulcânica de Yellowstone é o maior sistema vulcânico existente na América do Norte. É normalmente denominado como “supervulcão” porque a caldeira foi formada por essas erupções explosivas.

1. Como chegar?
Como já falamos por aqui, Yellowstone fica na divida de Wyoming, Montana e Idaho. Dá pra chegar no parque pelo aeroporto de Yellowstone, direto de Salt Lake City – que é o acesso mais famoso em uma road trip e a estrada é in-crí-vel – e dá pra chegar lá através do caminho que passa por Jackson Hole e pelo Grand Teton. As entradas são:
– South Entrance, Jackson, Wyoming – aberto de maio a novembro. Depois disso, só com veículos especiais.
– North Entrance, Gardiner, Montana – única portaria aberta o ano inteiro para automóveis.
– East Entrance, Cody, Wyoming – aberto de maio a novembro. Depois disso, só com veículos especiais.
– Northeast Entrance, Silver Gate e Cooke City, Montana – aberto o ano inteiro, dependendo das condições do tempo.
– West Entrance, West Yellowstone, Montana – aberto de abril a novembro.

2. Quanto?
Pedestres e skis: $15 por pessoa. Vale por 7 dias.
Motos e snowmobiles: $25 e vale por 7 dias.
Veículos não comerciais: $30 e vale por 7 dias.
Passe anual para os parques nacionais: $80 e pode ser usado em todos os parques nacionais dos EUA. Vale muito a pena!

Dica T&F: se você for visitar Yellowstone e Grand Teton na mesma viagem, dá pra comprar um ingresso único por $50.

3. Como visitar o Grand Teton?
Yellowstone não é como os outros parques nacionais dos EUA. Lá, não dá pra chegar, passar no centro de visitantes, pegar uns mapas, se informar e sair. Para visitar Yellowstone, é preciso se planejar. Primeiro motivo: o parque é MUITO GRANDE. Segundo motivos: as trilhas não são sinalizadas. É preciso estuda-las primeiro para saber o tamanho de cada uma (não tem como saber qual trilha é grande e qual não é pra se programar para levar lanches e agua, por exemplo). É preciso parar e “perder um tempo” pensando e se planejando. A gente indica de 3 a 5 dias no parque.

4. Onde se hospedar?
Yellowstone possui hotéis dentro do parque, fora do parque nas redondezas e acampamentos. 

As acomodações do parque são super disputadas, o ideal é chegar cedo.

5. Dicas gerais:
– Cuidado com os animais selvagens. Embora eles estejam habituados com os humanos, a fauna ainda assim é selvagem e você não deve se aproximar.
– Dirigir a noite é perigoso, cuidado com os animais que podem aparecer no meio do caminho.
– Não é permitido coletar pedras, plantas ou flores.– Verifique quais entradas estão abertas quando chegar.
– Roupas confortáveis são essenciais para as trilhas.
– Leve snacks e águas nas caminhadas e trilhas.– No verão, muito cuidado com as tempestades. Procure lugar seguro caso aviste uma.
– Fique no caminho marcado quando andar entre os gêiseres. Lembre-se que eles são perigosos e extremamente tóxicos e nocivos.
– Leve spray de pimenta nas trilhas e passeios. Ele é extremamente necessário caso você dê de cara com um urso.

O que visitar em Yellowstone National Park?

É muito difícil falar sobre o que visitar em Yellowstone, mas vamos tentar fazer um resumo e pontuar os melhores lugares e aqueles que não podem faltar na sua lista. Lembrando que o parque é imenso, e se você quiser visitar pelo menos metade de toda essa área, é ideal se planejar muito bem.

1. Grand Visitor Center
É bom começar o passeio por aqui. Parada estratégica antes de começar a viagem. Várias lojinhas, lanchonete e dá pra pegar o mapa do parque por ali.

2. West Thumb Geyser Basin
Tem esse nome porque dizem que o parque tem o formato de uma mão e o West Thumb é o dedão. Área geológica formada há 150 mil anos. E nessa região é possível conhecer:

– Black Pool
Gêiser que tem um degradê azul com bordas amarelas e laranjas. Aquele tipo de coisa que só vemos no NatGeo. Tem esse nome porque antigamente havia uma colônia de cyanobacteria que escurecia a cor das águas com o aquecimento da piscina devido a alguma variação termal. Os lagos morreram dando a piscina um dos tons mais azuis do parque.

– Abyss Pool
Além da coloração esverdeada, ela tem esse nome devido a sua profundidade, são 16 metros. Uma da mais profundas do parque.


– Fishing Cone
É um dos principais cartões postais de Yellowstone. Antigamente, os visitantes se vestiam de cozinheiro, cozinhavam trutas pescadas no lago na piscina termal e as comiam ali mesmo. Hoje sabe-se que cozinhar peixe (ou o que quer que seja) nas águas termais faz mal e é proibido. O formato lembra um pequeno vulcão. É rodeado pelo Yellowstone Lake. 

– Seismograph & Bluebell
Piscinas que antigamente eram chamadas de Blue Pools de tao azuis que são. Depois do terremoto de 1959, elas mudaram de nome.

3. Duck Lake
Perto de West Thumb fica o Duke Lake, um dos cartões postais do parque. Logo atrás dele está o Yellowstone Lake, o que deixa a vista ainda mais linda.

4. Kepler Cascades
Queda d’água que rende fotos lindas e tem um bolsão para estacionar o seu veiculo super perto. É o tipo de parada que tem que fazer para tiras algumas fotos e deixar na lembrança.



5. Lone Star Geyser
Um gêiser solitário e fotogênico que vem com uma piscina termal. Ele explode em até 14m de altura a cada 3 horas (sim, os gêiseres têm horários exatos para explodirem!). Essa explosão forma uma arco-íris lindo de se ver, A chegada não é fácil: uma trilha de 7.7km. As vezes alguns ursos aparecem pelo caminho, então cuidado.

6. Old Faithful
É formada por áreas termais diversas e é a melhor e maior área de piscinas terminais e gêiseres do parque, rende um dia todinho. A dica é chegar cedo e ficar de olho nos horários de erupção dos gêiseres. Nessa região ficam os seguintes points:
– Midway Geyser Basin: onde fica a Grand Prismatic Spring que é a principal piscina do parque.
– Upper Geyser Basin: onde fica o Old Faithful Geyser, o mais previsível dos gêiseres.
– Biscuit Basin e Black Sand Basin: vale a pena passar por aqui também.


7. Old Faithful Geyser
Old Faithful Geyser é a estrela do parque. Já falamos ali em cima, mas não custa repetir: é o mais previsível dos gêiseres, o que torna a sua viagem até ele certeira. Old Faithful tem erupções a cada 90 minutos e libera cerca de  32.000 litros de água fervente por erupção. Chega entre 33 e 55 metros de altura e cada erupção dura cerca de 5 minutos.

Depois de ver esse gêiser, dá para fazer a caminhada de cerca de 4,5 Km (ida e volta) até a Morning Glory Pool e passando por muitos outros gêiseres e piscinas termais incríveis.

8. Outros gêiseres:
– Riverside Geyser
É um gêiser super legal de se ver porque ele tem sua erupção nas águas do rio. É incrível ver a explosão do nada.

– Castle Geyser
Gêiser em formato de castelo que explode a cada 7-8 horas. Não é muito grande, mas vale a pena,

– Morning Glory Pool
Uma das piscinas mais impressionantes do parque. A Morning Glory tem um degradê que vai do verde ao laranja e impressiona demais quem passa por ali. É uma piscina pequena, mas muito linda.

9. Black Sand Basin
Área termal que fica perto de Old Faithful e é linda demais. Antigamente, era conhecida como Coleção Esmeralda, pelo piscina de cor verde vibrante super conhecida dali. Porém, algum tempo depois ficou mais conhecida pelas areias escuras e mudou de nome. A área é protegida por plataformas de madeira e a caminhada total é de 800 metros. Por aqui fica:

– Emerald Pool
Piscina esverdeada com bordas laranja. O legal dessa piscina é que a baixa temperatura dela favorece a proliferação de uma bacteria amarelada e de algas nas bordas. Amarelo com azul resulta na cor verde brilhantes que deu o nome da piscina.

– Sunset Lake
Piscina colorida e mais rasa que as outras.

10. Biscuit Basin
Essa área tem esse nome por conta das formações rochosas que se parecem com biscoitos e são resultados das erupções das piscinas termais. Toda essa caminhada tem cerca de 1km e é toda em uma passarela de madeira. É realmente uma passeio muito interessante. Alguns dos destaques:

– Black Opal Pool
Piscina de águas turvas, verdes e laranjas, super bonita. Rende fotos incríveis.

– Sapphire Pool
A piscina Safira, super azul e bem profunda. As explosões acontecem de tempos em tempos e geram impactos em toda a região.

11. Midway Geyser Basin
Área super impactante. É preciso cruzar a ponte no rio Firewhole e é de lá que já dá pra ver as explosões incríveis do Excelsior Geyser. São mais de 15.000 de água por minuto descarregados no rio em forma de cachoeiras quentes. Essa região é toda demarcada por passarelas e tem 1,2km:

– Excelsior Geyser Crater
Piscina linda e grande, super azul. Seu gêiser já foi o maior do mundo e sua última explosão foi em 1985, quando ele jorrou água por dois dias.

– Grand Prismatic Spring
A maior piscina de águas termais de Yellowstone, tem cerca de 9 de diâmetro e 50m de profundidade. Explode 1.800 litros de água por minuto. Do alto, tem uma coloração azul, verde e amarelo em degradê. É a piscina mais impressionante do parque.

12. Lower Geyser Basin
É uma trilha super curta, de 800 metros, que mostra de tudo um pouco do que tem em Yellowstone: mudpots (ou poços de lama de composição ácida e com quantidade de água limitada, os mud pots são borbulhantes e tem coloração lamacenta), fumarolas (buracos que produzem fumaça quente), gêiseres (fontes termais que de tempos em tempos explodem devido a alguma restrição que impede que a água circule normalmente) e piscinas termais (o elemento termal comum no Yellowstone, aqui a água circula sem nenhuma restrição). Alguns dos destaques:

– Celestine Pool
Piscina de tons super azuis.

– Silex Spring
Outra piscina azul, porém essa com bordas vermelhas e super diferente. É quase transparente.

– Fountain Paint Pot
Mudpots borbulhantes que vão mudando de aparência durante o ano. Com chuva ou degelo de neve, eles ficam mais aguados; nos meses mais secos, ficam mais espessos.

13. Firehole Lake Drive
É uma estrada cênica para quem chega pela entrada sul. São 3 milhas com muitas paradas incríveis, como o Firehole Lake e o Great Fountain Geyser.

14. Fountain Flat Drive
Outra estrada cênica, com a possibilidade de ver muitos bisões e tem um pedaço pequeno acessível para carros.

15. Gibbon Falls
Parada rápida em uma queda d’água muito linda. Tem 26 metros de altura e fica na beira da estrada. Tem uma plataforma de observação aberta ao público.

16. Norris Geyser Basin
A mais antiga e mais quente área termal do parque. É enorme e está dividida em duas zonas diferentes: Porcelain Basin e Back Basin.

17. Norris Geyser Basin Museum
Museu com estrada grátis ótimo para aprender mais sobre as águas termais e gêiseres de Yellowstone. É pequeno, mas vale a pena pelas informações que ele tem.

18. Grand Canyon Village
Uma das regiões mais legais do parque. Cheio de trilhas que você precisa fazer, tem duas estradas o percorrendo: a North Rim Drive – loop onde está o Canyon Lodge, o centro de visitantes e vários mirantes -, e o South Rim Drive – estrada menor também cheia de mirantes.

19. Hayden Valley
Um espaço daqueles de cair o queixo. A vista de lá é incrível e a chance de você encontrar animais da vida selvagem de Yellowstone é enorme! Passe por lá dirigindo devagar e preste atenção nos movimentos.

20. Lake Village
Uma região muito gostosinha, cheia de paisagens incabíveis e muitos passeios diferentes, como aluguel de caiaques e passeios de barco pelo Yellowstone Lake. As principais atrações dessa área:
– Fishing Bridge
– Natural Bridge
– Lake Butte Overlook

21. Mammoth Hot Springs
É uma área completa com uma ótima infra-estrutura para os visitantes. A principal atração turística são os Mammoth Springs, hot springs incríveis que ficam no parque. Destaques:

– Fort Yellowstone
Área de conservação que foi controlada pelo exército americano por muitos anos.

– Mammoth Terraces
Formações calcárias lindíssimas e muito diferente de tudo que existe em Yellowstone. A coloração varia muito do branco ao laranja e parece muito uma cachoeira congelada. 

MUITO MAIS DICAS NO YOUTUBE

GOSTOU DESSA DICA? ENTÃO VISITE NOSSO CANAL DO YOUTUBE. TEMOS MUITOS VÍDEOS INCRÍVEIS DA NOSSA ROAD TRIP PELOS ESTADOS UNIDOS. SE QUISER, CLIQUE AQUI PARA SE INSCREVER NO CANAL OU CLIQUE AQUI PARA A PLAYLIST DOS VIDEOS. E aqui está o vídeo da nossa passagem pelo Yellowstone National Park:

Deixe um comentário

Veja também